Quarta, 19 Abril 2017 11:46

Campanha de Vacinação contra Influenza já está em andamento em Piraí

Campanha de Vacinação contra Influenza já está em andamento em Piraí Foto: Alexandre Teixeira

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza teve início na última segunda-feira (17) em Piraí. A meta da Secretaria Municipal de Saúde é imunizar contra a gripe mais de seis mil pessoas até o último dia, que é 26 de maio. Durante este período, todas as Unidades de Saúde da Família (USF) disponibilizam a vacina no horário tradicional de funcionamento.  

O dia 13 de maio (sábado) será o dia D de mobilização nacional e todas a USF farão a vacinação das 8h às 17h. Segundo os critérios definidos neste ano pelo Ministério da Saúde, serão vacinados:

- crianças de seis meses a menores de cinco anos;

- gestantes;

- puérperas (até 45 dias após o parto);

- trabalhadores da área da saúde;

- pessoas com 60 anos de idade ou mais;

- adolescentes e jovens de 12 a 21 anos que estão sob medidas socioeducativas;

- população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional;

- portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, independente da idade;

- professores das escolas públicas e privadas dos níveis fundamental, médio e superior que estão em sala de aula.

Para receber a vacina é importante estar munido do Cartão de Vacinação e, no caso das pessoas com 60 anos de idade ou mais, também da Carteira de Identidade.

Embora a gripe possa parecer uma doença simples, em alguns casos ela pode se agravar e, inclusive, levar uma pessoa a óbito. A vacinação é muito importante pois propicia a diminuição da mortalidade, as internações e complicações decorrentes da gripe. Além da imunização, as práticas de higiene devem ser mantidas pela população, para melhor prevenção das síndromes respiratórias, como lavar bem as mãos e manter janelas abertas e ambientes limpos e arejados.

Os sintomas da gripe são febre, tosse ou dor na garganta, além de dores na cabeça, musculares e nas articulações. O agravamento pode ser identificado quando a pessoa tem falta de ar, febre por mais de três dias, piora de sintomas gastrointestinais, dor muscular intensa e prostração. O mais indicado, nesse quadro, é procurar um serviço de saúde o mais rápido possível.

Lido 227 vezes