Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Notícias > Janeiro > Carnaval 2014: Bloco da Laura
Início do conteúdo da página
Sexta, 10 Janeiro 2014 09:46

Carnaval 2014: Bloco da Laura

Carnaval 2014: Bloco da Laura

Com nove anos de folia o Bloco da Laura, no distrito de  Arrozal, tornou-se uma tradição do carnaval piraiense, arrastando mais de dois mil foliões de diversas localidades, todos os dias de carnaval e no Sábado de Aleluia, sempre a partir das 20 horas.

Evandro Júnior, idealizador do bloco em parceria com Jéferson Monteiro, conta que tudo começou como uma brincadeira que resolveram fazer com um amigo: Coriolano Azevedo de Souza, o Cori, conhecido por gostar de cantar a música Laura, de autoria de Antônio Carlos e Jocáfi, que se tornou conhecida na voz de Pery Ribeiro.

“Na verdade a intenção da gente fazer o bloco era pra homenagear o Cori. Foi uma brincadeira minha e do Jeferson. Montamos o bloco porque o Cori vivia cantandoLaura nos bares. Mandamos fazer 100 camisas com os dizeres: “Sucuri: igual nunca vi”. Saímos com o megafone pelas ruas, fizemos nossa festa e como juntou bastante gente a prefeitura incluiu o bloco na programação de carnaval”, relata Evandro Júnior.

Jeferson Monteiro confirma a história e diz ainda que a homenagem no começo não agradou o amigo, mas logo depois acabou caindo na folia também. “No começo, o bloco era só para a nossa panelinha. Queríamos brincar com o Cori e pedimos pro Dudu Platão fazer uma letra. Depois o Tim Valente, Paulo Guimarães e o próprio Dudu colocaram a melodia. Foi dando tudo certo, a música é fácil, caiu na boca do povo e agradou”, explica Jéferson.

Evandro Júnior, diz que a proposta do bloco é democrática, familiar que possa unir crianças e adultos, sem qualquer tipo de impedimento ou princípio de confusão.

O Cori, vítima da brincadeira e homenageado pela criação do bloco, ressalta emocionado a alegria de poder, de certa forma, proporcionar ao Distrito de Arrozal um carnaval com mais animação e entusiasmo.

“Arrozal não tinha carnaval e agora ninguém sai daqui. Até gente de fora vem pra aproveitar. Antes ficava vazio, só tinha uma banda. Nós conseguimos resgatar o carnaval e estamos há nove anos sem problema algum ocorrido durante o bloco. Me sinto muito gratificado por isso. Eu na época gastei o dinheiro da minha aposentadoria quase todo no bloco (risos), mas não me arrependo. Hoje você não vê uma pessoa que não tenha pelo menos uma camisa da Laura. Isso realmente não tem preço”, confessa Cori.

O bloco tem seu estatuto e é registrado em cartório. Não é necessário fantasia para participar e qualquer pessoa que estiver passando na rua e queira cair na folia é bem vinda. Todo ano, no entanto, são vendidos abadas, que podem ser adquiridos com os representantes.

O desfile do Bloco da Laura dura aproximadamente uma hora, com saída da praça São João Batista, seguindo pela rua principal até a quadra e retornando. A concentração é no bar do Congo, a partir das 19h, onde acontece o famoso “esquenta”.

Se depender da animação e do carinho de seus dirigentes, o bloco continuará alegrando o distrito de Arrozal durante muitos anos.

Paulo Guimarães reforça, emocionado, a importância e a representabilidade do bloco.

“Eu gosto de carnaval. Sempre gostei de samba. O bloco da Laura representa algo muito bom para nós. Veio para o povo de Arrozal. Nós conseguimos resgatar esse carnaval de rua. O bloco deu certo e cada vez tem mais força”, afirma Paulo Guimarães.

O Bloco da Laura tem duas versões de letra. Uma para ser cantada durante o aquecimento, no bar do Congo e outra para ser cantada durante o desfile.

Lido 1979 vezes
Fim do conteúdo da página


Endereço: Praça Getúlio Vargas, s/n°, Centro, Piraí - RJ - 27.175-000
Telefones: (24) 2431 9950
Atendimento: Segunda a sexta-feira de 08h às 17h
E-mail: ouvidoria@pirai.rj.gov.br

Nós Usamos Cookies

Os cookies são usados para aprimorar a sua experiência. Ao fechar este banner ou continuar na página, você concorda com o uso de cookies.