Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > revista da cultura > Agremiação Esportiva Piraiense e sua história
Início do conteúdo da página
Segunda, 02 Agosto 2021 09:18

Agremiação Esportiva Piraiense e sua história

Agremiação Esportiva Piraiense e sua história

Tudo mundo em Piraí já participou de algum evento na Agremiação, mas você sabe como tudo começou?

Nesse texto o saudoso Sr. Vadinho Silva nos conta como foi.

Em 1941, a sociedade piraiense divertia-se dançando no salão do Cai-Cai (hoje Supermercados Bons Amigos), administrado por Plácido Lopes e sua esposa dona Sinhá, e para tal, os homens pagavam uma taxa de 500 réis, por música tocada em discos de 78 rotações, contendo uma melodia de cada lado e promovia também bailes carnavalescos.

Cai- Cai resolveu não realizar mais bailes no prédio, deixando os piraienses sem Carnaval, o que os induziu à decisão de fundar um Clube e alugar o próprio salão do Cai- Cai para ser sua 1ª sede e que representou o primeiro passo para a fundação da Agremiação Esportiva Piraiense, em 09 de fevereiro de 1942.

Com a aproximação do Carnaval procurou-se uma solução para que os bailes carnavalescos fossem realizados normalmente, o que deveria acontecer no salão do Hotel da Alice Muller (Rio-São Paulo) ou no Salão do Cai-Cai (Guilherme Eiras).

Após terem decidido pela segunda opção, buscou- se um conjunto para ser contratado, o que não foi possível já que todos os conhecidos já estavam compromissados nas cidades vizinhas.

Assim sendo, José Joaquim Rodrigues Torres (o Zeco-Zeco) prometeu que traria um conjunto de qualquer maneira. Foi a Paracambi no primeiro dia de Carnaval e ofertou pagamento dobrado a um conjunto que tocava em um pequeno clube local. A proposta foi aceita e os foliões piraienses puderam desfrutar de agradáveis momentos nos bailes carnavalescos que foram realizados no salão do Cai-Cai.

A logomarca do clube foi idealizada pelo Sr. Octavio Calheiros e a primeira diretoria do Clube Agremiação Esportiva Piraiense foi composta pelos seguintes membros:

Como presidente, Domingos Antônio Palmeira Júnior e como Vice- Presidente, Guilherme Eiras. Tinha como tesoureiro, Custódio José de Almeida. Octávio Calheiros era o secretário, já o procurador era Pedro Freitas Júnior e Willian Smith, o Diretor Esportivo.

A Prefeitura Municipal de Piraí mantém um contrato de comodato com a Agremiação Esportiva Piraiense que se iniciou em 16 de novembro de 1999 e perdura até os dias atuais.

Lido 422 vezes Última modificação em Segunda, 02 Agosto 2021 09:34
Fim do conteúdo da página


Endereço: Praça Getúlio Vargas, s/n°, Centro, Piraí - RJ - 27.175-000
Telefones: (24) 2431 9950
Atendimento: Segunda a sexta-feira de 08h às 17h
E-mail: ouvidoria@pirai.rj.gov.br