Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Notícias > Janeiro > Secretaria de Saúde encontra seis focos do Aedes aegypti
Início do conteúdo da página
Sexta, 17 Janeiro 2014 09:46

Secretaria de Saúde encontra seis focos do Aedes aegypti

Secretaria de Saúde encontra seis focos do Aedes aegypti

Durante o Levantamento de Índice Rápido do Aedes Aegypti – Lira, realizado entre os dias 6 e 10 de janeiro, pelas equipes da Vigilância Ambiental da Secretaria de Saúde do Município, foram identificados e eliminados seis focos com larvas do mosquito transmissor da dengue, nos 464 imóveis vistoriados nos bairros Centro, Asilo Santa Thereza, Casa Amarela e Arrozal.

A chefe da Vigilância Ambiental, da Secretaria de Saúde, Keyla Libanio, explica que pela amostragem, o Índice de Infesta Predial (IIP) do município fechou em 1,3%, o que significa um alerta de médio risco para a propagação doença.

“Essa amostragem indica que precisamos ficar em alerta por conta do número de depósitos positivos encontrados”, destaca Keyla Libanio.

O maior número de focos positivos foram encontrados no distrito de Arrozal, que apresentou cinco criadouros diferentes com larvas dos mosquitos: ralo, caixa de descarga sem uso, prato de planta, lata e bromélia.

“Arrozal vem apresentando grande destaque nos criadouros do Aedes Aegypti e, também, grande preocupação. Sem a ajuda e os devidos cuidados por parte da população não há como reduzir esse número e evitar o surgimento da doença”, completa Keyla Libanio.

Das 236 residências vistoriadas nos bairros Centro, Asilo, Santa Thereza e Casa Amarela, foi encontrado um criadouro com larvas do mosquito transmissor da dengue, depositado em um jarro de flores abandonado no fundo do quintal.

Durante o levantamento foram encontrados diversos focos de outros mosquitos em todos os bairros, demonstrando que a quantidade de criadouros com água parada ainda é muito grande.

Outra preocupação da Secretaria de Saúde são os sítios e casas de veraneio, que durante a maior parte do tempo se encontram fechadas, onde a falta de atenção constante para locais de possíveis criadouros facilita o surgimento de focos de mosquito: “A manutenção e limpeza de piscinas é um problema, pois nesses locais encontramos grande quantidade de larvas de mosquitos”, explica Keyla Libanio.

O Levantamento de Índice Rápido tem o objetivo de avaliar o município em um período curto e demonstrar o estado de infestação do Aedes aegypti, permitindo o alerta para o risco de uma epidemia e a tomada de medidas necessárias para evitar essa situação.

Lido 2333 vezes
Fim do conteúdo da página


Endereço: Praça Getúlio Vargas, s/n°, Centro, Piraí - RJ - 27.175-000
Telefones: (24) 2431 9950
Atendimento: Segunda a sexta-feira de 08h às 17h
E-mail: ouvidoria@pirai.rj.gov.br

Nós Usamos Cookies

Os cookies são usados para aprimorar a sua experiência. Ao fechar este banner ou continuar na página, você concorda com o uso de cookies.