Quinta, 06 Novembro 2014 09:11

Sábado é dia de campanha de vacinação

A Secretaria de Saúde promove campanha de vacinação contra:

Sarampo
Poliomielite
HPV 
No sábado, 8 de novembro, em todas Unidades de Saúde de Família, de 8h as 17h. Basta levar o cartão de vacinação. É uma oportunidade de manter todas vacinas atualizadas.
 
Sarampo
O público da campanha são crianças de seis meses a cinco anos de idade.  Em Piraí não existe registro de Sarampo há mais de dez anos.  Conforme informa a Biblioteca Virtual do Ministério da Saúde, o sarampo é uma doença infecto-contagiosa causada por um vírus. A enfermidade é uma das principais responsáveis pela mortalidade infantil em países do Terceiro Mundo. A vacina contra o sarampo é a única medida preventiva e a mais segura. Altamente contagioso, é propagado por meio das secreções mucosas (como a saliva, por exemplo) de indivíduos doentes para outros não-imunizados. O período de incubação dura entre oito e 13 dias. Depois começam a aparecer os principais sintomas, com o aparecimento de pequenas erupções na pele de cor avermelhada, febre alta, dor de cabeça, mal-estar e inflamação das vias respiratórias, com presença de catarro.
 
Poliomielite
Também conhecida como paralisia infantil está erradicada no país e a vacina será aplicada para manter estatística. O público-alvo também são crianças de seis meses a cinco anos de vida. Segundo o Portal da Saúde a poliomielite é uma doença infecto-contagiosa viral aguda, caracterizada por um quadro de paralisia flácida, de início súbito. O déficit motor instala-se subitamente e sua evolução, freqüentemente, não ultrapassa três dias. Acomete em geral os membros inferiores, de forma assimétrica, tendo como principal característica a flacidez muscular, com sensibilidade conservada e arreflexia no segmento atingido. No Brasil, não há circulação de poliovírus selvagem desde 1990, em virtude do êxito da política de prevenção, vigilância e controle desenvolvida pelos três níveis do Sistema Único de Saúde (SUS).
 
HPV
A vacinação contra HPV, para adolescentes do sexo feminino entre 11 e 13 anos. O vírus transmitido principalmente pelo contato sexual (95% dos casos). Existem mais de 150 tipos de HPV e a vacina protege contra os quatro principais, causadores do câncer de colo de útero e de verrugas genitais.  
Para que a adolescente fique protegida é necessário receber as três doses da vacina. A segunda dose deverá ocorrer seis meses após a primeira e a terceira, somente cinco anos após a primeira dose. Uma campanha já foi realizada em março e agora retorna para atender quem ainda não se preveniu. 
Lido 1303 vezes