Quinta, 30 Novembro 2017 16:24

Educação promove Seminário do Pacto pela Alfabetização na Idade Certa

Educação promove Seminário do Pacto pela Alfabetização na Idade Certa Fotos: Alexandre Teixeira

A Secretaria Municipal de Educação promoveu a edição de 2017 do Seminário Municipal do Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa (PNAIC), com a participação da equipe pedagógica, professores de alfabetização e diretores da Rede Municipal de Ensino, na quarta-feira (29) no auditório do Ceamtec. O tema deste ano foi O Espaço de Formação - Tecendo Novos Discursos.

A realização do Seminário já é um evento tradicional, que finaliza e apresenta os trabalhos desenvolvidos durante o ano letivo no processo de leitura e escrita nas classes iniciais, além de promover palestras e oficinas voltadas à práticas educacionais de alfabetização.  O evento contou também com apresentações dos alunos do C. M. Dr. Aurelino Gonçalves Barbosa.

De acordo com a coordenadora local do PNAIC Nelma Marques de Oliveira Micheloni, esta edição se tornou especial por trazer uma abordagem diferente e focar no protagonismo do professor. "O evento foi formatado a partir das narrativas, sugestões e demandas dos professores e é um momento significativo, que tem a ver com a escola pública e é exatamente isso que queremos: trazer a escola pública para o debate".

A secretária de Educação Sandra Gomes Simões destacou o compromisso que a cidade tem com as metas de alfabetização das cerca de 1500 crianças nas etapas inicias até os oito anos de idade.  "Piraí se destaca no cenário estadual com 93% da meta concluída, e temos muito o que caminhar ainda porque precisamos atingir os 100%. E o caminho é a valorização do professor com nossa política de formação continuada e aprimoramento do trabalho em sala de aula. Este é o nosso compromisso com a população de Piraí", disse.  

O prefeito Dr. Luiz Antonio também ressaltou o papel do município no fortalecimento das bases escolares. " Piraí não tem medido esforços para garantir que a formação continuada se dê em todas as áreas. Mais do que nunca precisamos de pessoas alfabetizadas e críticas, e é no chão da escola que vamos renovar a esperança de um lugar melhor porque é o que o que o país merece", disse. 

Lido 108 vezes